Meu perfil
BRASIL, Sudeste, ITARARE, Estância Boêmia, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Livros



Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 Poeta Silas Correa Leite, Blogue
 Link do Literato Silas Correa Leite, Escritor Premiado de Itararé-SP
 Porta-Lapsos, Blogue do Poetinha Silas
 Blogue de Escritor de Itararé, Silas Correa leite
 Site de Itararé, Cidade Poema, Estância Boêmia
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Blog de Artistas de Itarare Cidade Poema
 


R   E   B   A   N   H   O

De Quando Era Menino

 

De quando era muito piá, muito guri ainda, e achava

Que tatu de nariz era maionese de ranho verde-fedô

E que o sol sonrisal ia dormir a noitinha

E mandava a lua de prata vigiar o seu sonho

De sonhador pimpão...

 

De quando sonhava botar suspensórios em cascavel

E achava que a bulha no porão era o Batman roncando

Ou quando ouvia vozes e se sonhava poeta

Para dar cria ao seu pequeno rebanho de versos

De moleque pidão...

 

De quando achava que a sua querida mãe era eterna

E que as estrelas eram sucrilhos no céu de Itararé

Sabia que as flores bonitas eram colhidas primeiro

E que figo maduro tinha zíper com carnegão

De se pegar com a mão...

 

De quando era muito curumim e queria porque queria

Estudar, aprumar oficio, virar gente grande, escritor

Ouvindo os causos e hinos do pai músico, Antenor

No acordeão vermelho solando Saudades de Itararé

Saudades do Matão...

 

Agora a saudade é sua... de um tempo que se foi e agora é

Um retrato na parede da memória que ainda dói, Itararé

O menino cresceu, virou gente grande; tudo em vão

Porque ainda esconde uma criança no coração

Vestida de ilusão...

-0-

Silas Correa Leite, Santa Itararé das Artes - E-mail: poesilas@terra.com.br Blogue: www.artistasdeitarare.blogspot.com/ - Ou: www.portas-lapsos.zip.net

 

 

 



Escrito por artistasdeitarare às 14h51
[] [envie esta mensagem
] []





POETINHA DE ITARARÉ NO VESTIBULAR DA UNESP

 

O Simulado Nacional Aberto – UNESP, para Vestibular, reproduzido depois por outras escolas como o próprio ANGLO, às páginas 4, conforme link

 

http://pt.scribd.com/doc/45233828/Simulado-Aberto-Nacional-UNESP

 

publicou fragmento do poema “Porque Hoje é Sexta-Feira” do Poetinha Silas, de Santa Itararé das Artes, fazendo duas questões a  respeito da obra poética. Aliás, num Vestibular para o curso de Letras, da FAFIT de Itararé, em teste de anos passados, também constou um poema do colunista do blogeu e do jornal O Guarani de Itararé, desde 1968.

 



Escrito por artistasdeitarare às 10h08
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]